quinta-feira, 31 de janeiro de 2008

O Materialismo e o Ateísmo


Romanos 1.18-24

Introdução
O desejo de Comprar, Ter, Possuir, Gastar, provocaram um Individualismo e Egoísmo cada vez maior nos seres humano. Até algumas igrejas cristãs, que antes combatiam o materialismo, passaram na prática a acumular riquezas, muitas vezes divulgadas pela imprensa. O povo está se voltando para o Misticismo Oriental e o Esotérico (Budismo, Yoga, Hare-Krishna, Seicho-No-Ie, Teosofia, Gnose etc). O que estamos presenciando na atualidade é nada mais nada menos do que o pensamento materialista, que elege os bens como fonte de auto-estima, de prazer. O materialismos por sua vez rejeita a existência de um principio espiritual e por conseguinte faz uma ligação entre a Realidade e a Matéria e suas modificações.
Prega-se também na atualidade o ateísmo que por sua vez nega a existência de um Deus criador e mantenedor de todas as coisas. A palavra "ateu" vem do grego: prefixo de negação "a" (sem) e "theos" (deus). É a negação teórica ou prática da existência de uma divindade.
O que dizem os Materialistas sobre:
O HomemPara os adeptos do materialismo o homem é o centro do universo,
A Bíblia Considerada como simples lendas ou crendices.
Deus – Pelo fato de acreditaram naquilo que os olhos vêem, logo Deus se torna para eles como inexistente.
O Dinheiro – Amam ao dinheiro. Pelo fato de o dinheiro lhe trazerem bens materiais.
O PecadoPecado não é mais pecado. Hoje ele é uma falha, um erro, um desvio de conduta, um desajuste.
O que dizem os ateístas sobre:
A origem do universo - O universo surgiu do nada, as células vieram do nada, as células (que vieram do nada) decidiram pensar, e entre si decidiram, de comum acordo, se transformar em organismos, e após milhões e milhões de anos acabaram por tomar a iniciativa arrojada de se autotransformar em animais (e embora fossem organismos resolutos e pensantes ainda não raciocinavam, pois os animais são irracionais). Os animais pensantes e decididos (porém ainda animais, logo irracionais) decidiram que queriam começar a raciocinar e decidiram se autotransformar em seres humanos para que pudessem ser capazes de pensar.

A Bíblia - A maioria dos ateus sente que a Bíblia é de precisão questionável, já que ela foi escrita há milhares de anos atrás por muitos autores que estavam registrando tradição oral que existia muitos anos antes. Assim, qualquer suposta "verdade" contida nela é de legitimidade questionável. Isso não quer dizer que a Bíblia não contenha nenhuma verdade, mas apenas que qualquer verdade deve ser examinada antes de ser aceita. Muitos ateus também sentem que porque qualquer passagem está sujeita a "interpretação", qualquer alegação de que uma passagem "significa" uma coisa e apenas uma coisa, não é legítima.

Deus - Não há razão para acreditar que qualquer tipo de deuses existe e boas razões para acreditar que eles não existem e nunca existiram. Para eles não existe indício suficiente para provar a existência de Deus, ou deuses e até a inexistência não tem como provar.

Pecado - A convicção de que os seres foram feitos para viver vidas repletas de Amor, alegria, prazer e humor. A concepção de "pecado original" inexiste. Não aceitam o conceito arbitrário do pecado original ou do mal absoluto, e não acreditam em céu ou inferno.
O que a palavra de Deus diz sobre:

A origem do universo – No princípio criou Deus os céus e a terra (Gênesis 1.1). Percebemos a Bíblia no informando que no principio Deus criou todas as coisas, a trindade participou ativamente da origem do universo, pois a Bíblia sempre usas o verbo no plural: “Façamos”:

A Bíblia - Cada escritura na Bíblia foi inspirada por Ele (Deus), “Toda Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão,a correção para a educação na justiça” (11 Timóteo 3:16). Ainda que escrita pela mão do homem, a Bíblia foi ditada pela boca de Deus. “... sabendo, primeiramente, isto, que nenhuma profecia da Escritura”, provém de particular elucidação; porque nunca jamais qualquer profecia foi dada por vontade humana, entretanto homens [santos] falaram da parte de Deus movidos pelo Espírito Santo (11 Pedro 1:20-2 1).

DeusA Bíblia afirma: "Ninguém jamais viu Deus", afirma João em sua epístola (I, 4:12).Por que não? porque "Deus é espírito" (assim ensinou Jesus à mulher samaritana, em Jo 4:24: Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade.) e, como tal, não pode ser percebido pelos sentidos comuns, ou seja olhos materiais, ou naturais, ateístas. Quanto mais desenvolvemos nosso conhecimento e sensibilidade espiritual, mais "veremos" à Deus, percebendo, entendendo e sentindo sua divina presença e ação em tudo que existe, em tudo que acontece, pois Jesus ensinou: "Bem aventurados os puros de coração, porque verão à Deus"(Jesus, Mt 5:8).

Pecado - A Bíblia diz em 1 João 3:4 “Todo aquele que vive habitualmente no pecado também vive na rebeldia, pois o pecado é rebeldia.” A Bíblia diz em 1 João 5:17 “Toda injustiça é pecado;...”, Todo aquele vive uma vida de pecados a Bíblia nós afirma que ... o salário do pecado é a morte,...(Rm 6.23).
Conclusão

Nenhum comentário: